ago 09, 2017 | Por Mandy em Por Aí

#StarvingPorAí no Peru :: O passeio na Rainbow Mountain 🌈🗻

Voltei da Colômbia esses dias, mas ainda tenho mais um do Peru pra fazer além deste! rs… Acho que este foi o que gerou mais interesse da galera que acompanhou a minha viagem pelo Instagram. O passeio da Rainbow Mountain foi o mais esperado durante meus dias em Cusco, justamente por ser super diferente do roteiro que costumamos ver por aí (as idas pra lá começaram a serem feitas há cerca de 2 anos) e por ser uma paisagem completamente diferente de tudo que já tinha visto na vida. E olha, valeu muito a pena! Foi uma das experiências mais incríveis de todas.

Muita gente me perguntou como fiz para chegar lá. Existem opções de tours compartilhados em várias agências locais, com até 30 pessoas. Mas como é um passeio cansativo, que demora o dia inteiro, com trilhas, influência da altitude e tudo mais, eu e minha mãe optamos por um tour privado que tinha sido recomendado por uma amiga dela. No final, a diferença para duas pessoas nem foi grande. O tour compartilhado sairia em torno de 70 dólares para duas pessoas e o carro com o guia privado foi U$90. O casal de guias foi buscar a gente no hotel por volta das 3 da manhã. São umas 3 horas de carro até a entrada da montanha. É claro que dormi boa parte do caminho até lá, mas vale ficar acordada no nascer do sol, as paisagens são sensacionais!


parece até pintura!

Bom, assim que chegamos lá tomamos um pouco de chá de muña, que ajuda a evitar o mal de altitude (o famoso soroche). Achei bem melhor que o de coca. Tem alguns locais vendendo comida e bebida por lá, mas vale levar algo na mochila para o café da manhã e almoço. No nosso caso, os guias levaram as comidas, estava incluso no tour. Foram dois lanches com sanduíches e frutas. Ah, tem alguns banheiros químicos ao longo do caminho, mas são bem simples (nada que quem frequente o carnaval do Rio não esteja acostumado, rs).

Para subir você tem duas opções: a cavalo ou a pé. Por serem quase 2 horas de trilha até chegar lá, optamos por subir a cavalo. Vários locais ficam na entrada da montanha com seus cavalos e o preço é o mesmo: 70 soles (35 pra ir e 35 pra voltar). Mesmo subindo a cavalo existem trechos que temos que subir a pé por serem muito íngremes ou estreitos. São alguns passos cansativos até subir no cavalo novamente, impressionante como a altitude influencia, você fica cansada bem mais rápido.

Muitas pessoas me perguntaram se esse é um passeio tranquilo para se fazer. Olha, se eu consegui todo mundo consegue, rs. Minha mãe tem 55 anos e também foi. É claro que cansa um pouco, mas é só ir no seu ritmo, subindo devagar, bebendo água e parando pra descansar às vezes. Qualquer cansaço compensa quando a gente chega lá em cima e se depara com isso:


O topo da Rainbow Mountains está a 5.200m de altitude! Ou seja, alto para caramba MESMO! Então não esqueça de tomar soroche pills antes do passeio e de beber chá de coca ou de munã. Fiquei com um pouco de dor de cabeça na descida, mas logo depois que tomei mais um pouco de chá passou.

O observatório da montanha não é um lugar grande, então demos sorte de ter chegado lá cedo, pois deu para apreciar a vista com mais calma e tirar fotos sem tanta gente aparecendo no fundo, rs. Aproveitamos para almoçar lá em cima enquanto descansávamos um pouco as pernas. Quando estávamos descendo já tinha bem mais gente chegando e imagino que isso tire um pouco a graça da grandiosidade daquele lugar maravilhoso então, de novo, tente chegar cedo.


descendo a montanha – que lugar incrível!

Já passei o contato do casal de guias, Nery e Jeth, para várias pessoas que me pediram no direct do Insta. Eles são super simpáticos, o carro deles é bem confortável e o Jeth ainda tira fotos com a câmera profissional dele e repassa todas depois por email, rs. Quem quiser, o contato da Nery é este: +51 984 889 890.

Importante levar: mochila, protetor solar, protetor labial, óculos de sol, chapéu e sapatos super confortáveis (de preferência de tracking, já que alguns trechos são meio escorregadios). Ah, um fone de ouvido e uma playlist bacana fazem a diferença enquanto a gente está admirando as paisagens. Fiz uma e aproveito pra compartilhar por aqui:

O último post com dicas do Peru entra esta semana ainda porque quero subir logo os da Colômbia também! rs…

Beijos,
Mandy

Você também pode gostar
jul 31, 2017 | Por Mandy em Publieditorial, Rio de Janeiro, Starving recomenda

#DumboDoDia: Cão Ativo Club

Que a nossa vida é facilitada todos os dias com 2831389 aplicativos que nos ajudam a organizar tarefas, finanças, exercícios e tudo mais, a gente já sabe. Nos preocupamos tanto com nós mesmos e acabamos esquecendo que a tecnologia também pode ser aliada à saúde dos nossos pets. Esses dias fui apresentada a um aplicativo novo, o Cão Ativo Club, voltado somente para o bem estar dos nossos filhotes caninos.

Vocês já devem ter visto que eu tenho dois, né?! ❤️🐶 🐶 Uma pug velhinha de 12 anos, que já não curte tanto passear, rs, e um bulldog francês de 6 que é super ativo. Dumbo tem até hashtag no Instagram – #DumboDoDia.

Basicamente, o Cão Ativo Club reúne três características: ferramenta de monitoramento dos passeios, contratação de passeadores capacitados e conteúdos informativos exclusivos.

A usabilidade do app é bem simples. Você começa criando um perfil individual do seu cachorro. Se você tiver mais de um, dá para criar perfis de cada pet na mesma conta. Em cada perfil você vai encontrar:

• Histórico de passeios realizados, pelo dono ou dogwalker;

• Nível – quanto mais passeios consecutivos seu cachorro acumula pontos para se tornar cada vez mais saudável e experiente;

• Se você preencher no cadastro as datas, o app também oferece lembrete de vacinas e fermífugo.

 Quando eles escutam a palavrinha mágica: “Vamos passear?!”, rs…

Dentro do aplicativo você consegue registrar todas as caminhadas com seu cachorro e ainda acompanhar as informações que os passeadores contratados compartilham em tempo real, como o tempo do passeio, mapa do percurso, registro de xixi/cocô 💩 e fotos do passeio. 

Além das ferramentas de passeio, ainda é possível contratar um passeador profissional avaliado pessoalmente pelo criador do app, Fernando Baiardi,  que tem 23 anos de experiência na área, é especialista em comportamento canino e capacitou mais de 1.700 profissionais em todo país! Uma mão na roda caso falte tempo para levar seu cachorro para passear. A seleção é bem fácil e possui acompanhamento detalhado de cada passeio com alerta de retirada e entrega do cachorro.

O aplicativo é novo e ainda não está com cobertura nacional para os prestadores de serviço, que inicialmente estão disponíveis em São Paulo. Mas, ao longo dos anos, a Cão Ativo treinou mais de  1.700 dog walkers espalhados por todo o país. Caso alguém precise de um passeador em determinada região, basta mandar um email para contato@caoativoclub.com.br que eles farão o possível para disponibilizar um dog walker qualificado em pouco tempo. 😊

O site do Cão Ativo Club tem todas as infos e dá para baixar de graça no iTunes ou Google Play. 😉 E quem tiver interesse em se tornar um profissional na área canina, o Cão Ativo, que existe desde 2011, oferece diversos cursos.

O app ainda possui uma aba exclusiva com post recheados de dicas para ter um melhor convívio com o seu cachorro.

Dumbinho agradece, rs…

Beijos,
Mandy

Você também pode gostar
Página 5 de 1.607« Primeira...34567...Última »
Voltar para o topo!