o novo starving

Pra quem tá chegando agora aqui… SIM, estamos de cara nova! Depois de 11 anos resolvi mudar totalmente a identidade visual por aqui. Ao longo…

by 

Pra quem tá chegando agora aqui… SIM, estamos de cara nova! Depois de 11 anos resolvi mudar totalmente a identidade visual por aqui.

Ao longo dos últimos anos tiveram algumas pequenas mudanças, mas num geral o logotipo era o mesmo e a paleta de cores também.

Já tem um tempo que eu queria mudar, assim como a linha editorial do Starving mudou de uns tempos pra cá, principalmente desde 2020. A pandemia acabou acelerando este processo.

Sempre trabalhei com marcas, seja como designer, desenvolvendo identidades visuais, ou como social media, produzindo conteúdo, prestando consultorias e dando aula no IED-rio. Mas senti que para este novo momento eu precisava ter visões e perspectivas externas. Por isso mesmo que resolvi mergulhar no ‘creative mentoring’ da Ly Takai, que tem uma vasta experiência com marcas criativas. Foi ali que comecei a definir o que seria desse novo espaço e todas as possibilidades que ele poderia ter.

identidade visual antiga

A nova identidade visual e a lapidação da linha editorial dos conteúdos são só o começo. :) Olhando os posts lá no Instagram acho que já dá para perceber essa diferença, né?! A ideia é que o Starving se torne cada vez mais uma plataforma de experimentação e criatividade. Um espaço onde posso compartilhar minhas ideias em forma de DIYs, makes, moda, acessórios, décor, carnaval… e convidar vocês a experimentarem também.

O novo logotipo do Starving, feito por mim e meu amigo @comeonjohnn, tem o objetivo de reforçar o por quê do nome. Volta e meia me perguntam isso, rs… O nome vem lá de 2009, quando o Starving ainda era um projeto de conclusão da faculdade que, no caso, foi o layout e programação visual de uma revista sobre beleza e maquiagem. Aqui tem um post muito antigo que explica tudo! Bom, voltando pra 2021, o nome se mantém, mas com a ideia de enfatizar que Starving vem de BRILHO – por isso a estrela bem no meio separando a palavra. A fonte escolhida, com serifa, sinuosa e em caixa baixa é exatamente o oposto da anterior e, ao mesmo tempo que trás leveza e uma vibe mais descolada, madura e atual que a anterior.

Sobre ser multiplataforma, a nova identidade visual também reforça a presença deste espaço aqui, o blog. Em 2021 eu quero resgatar o blog, que foi onde tudo começou, né? Em um mundo tão conectado e com tantas instabilidades de alcance, métricas, etc. quero cada vez mais conseguir levar meu conteúdo para fora do Instagram. Aliás, essa é uma coisa que sempre falo nas minhas aulas e palestras: nunca coloque todos os ovos na mesma cesta. O Instagram é o metro quadrado o Mark, então eu quero garantir meu espaço (aqui quem manda sou eu! rs) e resguardar meus conteúdos.

Além disso, em breve também teremos newsletters (já se inscreve aqui!) e o Pinterest, que cresce cada vez mais. Aliás, em breve eu conto uma novidade sobre esta plataforma tão valiosa que é o Pinterest… ;)

Essas são as novidades até aqui – apesar de eu já estar pensando no Starving de 2022 que, se tudo acontecer como eu espero, vai ter tu-do! Espero que estejam tão empolgadas quanto eu, rs…

Beijos e até mais,

Mandy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.