dez 09, 2014 | Por Mandy em Reflexão

COMPRANDO SEGUIDOR, COMPRANDO AMOR?

O Instagram começou tímido, como um mero aplicativo de compartilhamento de fotos entre amigos (que tinham iPhone, né?). Hoje a função dele continua sendo a mesma, mas o alcance já é astronomicamente maior. Lá atrás quando foi comprado pelo Mark Zuckerberg, do Facebook, muita gente disse que o bilhão de dólares pago era muito dinheiro para este app. Eu acho que ele teria recuperado o investimento rapidinho se tivesse colocado logo à disposição a opção de compra de likes

mark
O mercado negro não marcou essa bobeira e segue faturando com compra de seguidores e curtidas a torto e à direita. É engraçado que eu converso com muita gente que não sabia que isso existia… Então, para quem não sabe, dá para adquirir esse tipo de serviço e está cheio de gente oferecendo. E quem compra? Uma multidão.
Mas quem são esses seguidores e curtidores fantasmas? Onde vivem? O que comem? Eles podem ser desde humanos dedicados a isso a algoritmos da internet. Não sou nenhuma especialista, mas até onde vai minha vã sabedoria, é isso mesmo. E por que alguém vai querer essas pessoas/robôs dando aquele endosso simpático no seu perfil e nas suas fotos?
popular
Não é mistério que muita gente estabelece uma relação direta entre popularidade nas redes sociais e a autoestima. Quanto mais likes mais amor próprio? Na rede social que é mãe solteira das selfies, dá até para entender a associação. Mas quando a seu suposto sucesso vem de uma aquisição que você mesmo fez, como isso funciona? Posso estar sendo pouco imaginativa, mas não vejo como se enganar a esse ponto. A menos que seja para impressionar alguém ou alguns. O que eu acredito é que tem muita gente em busca dos 15 minutos de fama e que faz esse investimento baseado na velha máxima do “fake it ‘til you make it“, que seria a “estratégia” de dar a entender que você é “grande” até que se torne “grande”. Quantas vezes você já não caiu em um perfil numeroso e achou que por isso deveria ser interessante? Pois é… É sabido que muita gente que hoje é célebre no Instagram, começou com fakes.
banksy
Banksy <3
Mas o grande negócio, literalmente, da compra de seguidores é que um bom perfil na rede se tornou algo rentável. Existe muita publicidade circulando por lá. Até aí, tudo certo! Mas você precisa cativar o anunciante, certo? Então, como em todo ambiente competitivo, você precisa ter um belo dígito, que é a métrica usada pela maioria. Depois disso, comprar umas curtidas também, para mostrar o “retorno“… Coitado desse anunciante, rs. Está vendendo shampoo/camiseta/brinco/câmeras para um número vazio. Pode ser ainda pior quando é a própria lojinha que quer parecer mais confiável e descola uns seguidores para dar aquele respaldo.
ad instagram
A coisa chega a ser tão ridícula, que dá até para comprar elogios. Quem duvida, pode ler este post da Jana Rosa. O pior é ver vendedor usando termos como “dar credibilidade“. A ironia é tão grande, que não consigo nem colocar em palavras. E está tão disseminado que me surpreende não ver mais gente debatendo. Renderia várias teses de psicologia, antropologia, economia, administração, TI…
Existe uma maneira bem fácil de identificar a compra de seguidores e/ou likes. Esses perfis falsos geralmente não têm um disfarce lá muito sofisticado. Agora mesmo eu entrei em uma conta que se encaixa nesse padrão e fui conferir os followers e as curtidas de uma foto qualquer. Olha o que aparece:
compra-seguidores-instagram-como-descobrir1
Se você clica nas curtidas e/ou nos seguidores e na lista constam perfis incompatíveis com os de quem está postando, já é uma pista. Arrobas do gênero @19035aaj, @gdsekliyh, @xxxxxxxxxy, @istreq54, @hyuiolnfezoo, etc., não são correspondentes a nomes terráquios, certo? E, geralmente, quando você clica nessas contas, elas estão vazias ou cheias de imagens nada a ver. Fica claro que essas “pessoas” não estão lá pelo mero entretenimento. Mas sem preconceito: se um dia eu engravidar de um alien, vou considerar Hyuiolnfezoo para o meu filho.
O melhor é que para conquistar esse engajamento de mentira, não precisa nem gastar seu rico dinheirinho. Existem apps que fazem aquele escambo esperto entre pessoas que queiram conquistar a popularidade. Você entra no app, curte as fotos ou segue os coleguinhas, ganha moedinhas, que valem likes e followers pra você! Olha que maravilha:
compra-seguidores-instagram-como-descobrir2
Confesso que acho esse menos bizarro… Mas ainda é muito estranho. 
Por que eu estou escrevendo essas informações? É uma pequena tentativa de reprimir esse tipo de atividade. Eu gosto do Instagram. É uma mídia que aproxima e que me fez conhecer ainda melhor as meninas que nos seguem, compartilhar ainda mais dicas e trocar sobre coisas bacanas que talvez não ganhariam um post exclusivo por aqui. Infelizmente, esse tipo de coisa é o que está levando o aplicativo ao declínio. A previsão era de que o Insta seria o maior crescimento dentre as redes em 2014. Em questão de meses caiu pra terceiro. A Alê Garattoni foi quem compartilhou essa informação, neste post maravilhoso sobre o Pinterest. A verdade é que ele está orkutizando numa velocidade ímpar e eu não quero abrir mão. Portanto um pedido para os praticantes: #SalvemOInstagram e parem de enganar a si e aos outros. É melhor ser querido fora do virtual! :)
O que acham?
Beijos,
Gabi
Você também pode gostar
Comentários
  1. Ale Garattoni • dez 09, 2014 - 02:04

    AMEI! Resumiu tudo que eu penso – e com o humor G. que eu adoro!!! Porque taí um assunto que a gente tem que rir pra não chorar!
    p.s. tks pelo link! Go, Pinterest, Go! <3

    • Mandy e Gabi • dez 10, 2014 - 12:28

      Hahahahaha… Go Pinterest! <3
      Estou usando mais por sua causa!
      Beijos,
      Gabi

  2. Lyanna Bezerra • dez 09, 2014 - 09:29

    Parabéns Gabi!!! Aplausos mesmo!!! Eu mato 1 leão por dia para conquistar e, sobretudo, fazer com que permaneçam e passem a interagir e se engajar com o perfil do blog no instagram, mas é impressionante como um perfil surge de um dia para o outro e consegue num piscar de olhos 50k ou mais no instagram.
    Uma das verdades que você escreveu é o fato de parecer “grande” até que de fato se torne “grande” e mais impressionante ainda é que alguns fornecedores/anunciantes e seguidores em geral, não percebam ou nem saibam que isso acontece.
    Enfim, Starving como sempre arrasando nas análises combinatórias da vida real e nada virtual! bjo

    • Mandy e Gabi • dez 10, 2014 - 12:28

      Seu prefil é o máximo! Guardo várias referências de lá. :)
      Pena que tem essas pessoas tentando ludibriar os outros no Instagram.
      Trabalhar que é bom, ninguém quer, né?
      Beijos,
      Gabi

  3. Simone • dez 09, 2014 - 09:32

    Adorei o post Gabi, realmente o instagram as vezes acaba ficando chato, porque você lê os comentários nas fotos e tem toda aquela poluição do troco likes, curto a primeira, comento a segunda, tipo mendigagem online

    • Mandy e Gabi • dez 10, 2014 - 12:26

      Exatamente como mendigagem online!
      Faça amigos, não faça troca! rs
      Beijos,
      Gabi

  4. Juliana • dez 09, 2014 - 13:23

    Ótimo post! Também adoro o instagram, e em vários momentos nos últimos dois anos foi a rede onde mais estive ativa. É uma delícia poder ver fotos dos amigos que estão longe!
    Mas dá muita raiva quando você vai comentar na foto de alguma blogueira e praticamente só encontra “sdv”, “like na última” etc etc!
    Acho que essa reflexão vai bem com o post da Mandy a geração instagram! Ótimos posts =)

    • Mandy e Gabi • dez 10, 2014 - 12:25

      Hahahahaha… Vamos apresentar o aplicativo pra galera do SDV? ;)
      Beijos,
      Gabi

  5. Nanda • dez 09, 2014 - 13:45

    Já tinha lido o post de Jana e fiquei chocada! Eu tb amo o instagram, é a rede social que mais gosto, eu tento me esquivar dessas pessoas, e tenho mantido meu feed do jeito que gosto e do jeito instagram “oldschool”: sem selfies, sem “lategrams” sem “aboutlastnight”, seguindo pessoas de verdade que eu curto as fotos. hahahaha. O que realmente me irrita é o uso errado das hashtags, achava maravilhoso quando nos primordios do instgram eu tava morando na europa e antes de viajar pra algum lugar diferente clicava na # da cidade e podia descobrir lugares lindos e barzinhos legais. Esse ano fiz uma viagem pra europa e quando tava organizando o roteiro fui usar essa tática e foi frustrante, só selfies e fotos nada a ver! Ah e dou unfollow em amigos que so postam selfies sem dó. Amo o instagram, mas depois do post de Ale, já to pensando em ativar meu pinterest e tumblr que andam esquecidos. Beijos!

    • Mandy e Gabi • dez 10, 2014 - 12:25

      Hahahahahahaha… As hashtags perderam o propósito mesmo!
      Uma pena. :P
      Mas no Pinterest com certeza você acha essas dicas!
      Beijos,
      Gabi

  6. Marcela • dez 09, 2014 - 16:49

    Gabi, falou o tudo o que eu tenho pensado nos últimos tempos! ‘Fechei’ o meu blog antigo e comecei um novo, do zero, e o número de perfis falsos, vendendo likes, que me abordou no Instagram é um negócio sem noção! Em um mês de blog novo, devem ter sido uns 10, pelo menos. Muito triste, porque eu também adoro o Instagram e acho que é uma rede social que tem muito a oferecer. Mas, confesso que não estou colocando todos os meus ovos lá não… tô dividindo bem os posts entre as mídias para tentar compensar esse ‘problema’… Beijos!

    • Mandy e Gabi • dez 10, 2014 - 11:47

      O assédio é mesmo um problema! Acaba convencendo muita gente… Uma pena!
      É bom dividir os ovos mesmo! Mas dá um trabalhão, né? rs
      Beijos e sucesso no novo blog!
      Beijos,
      Gabi

  7. Deny • dez 10, 2014 - 11:00

    Maravilha de post!!! Depois o anunciante quer saber porque aquela pessoa que custou uma fortuna não deu resultado… Vou guardar esse link!!

    • Mandy e Gabi • dez 10, 2014 - 11:42

      Isso aí! ;)
      Beijos,
      Gabi

  8. Vanessa • dez 10, 2014 - 16:31

    Oi Gabi! Faz bastante tempo que acompanho vocês e sempre gostei de tudo que escrevem por aqui. Até já me responderam algumas vezes no Instagram, veja só! :D
    Eu concordo muito com esse post, mas eu acho que isso é justamente consequência do desespero dos perfis, principalmente de blogs e youtubers, em ter que mostrar números para as empresas, para conseguirem receber “Press Kits” ou algum tipo de parceria. Se é que você me entende?
    Porque na verdade as empresas, não estão muito interessadas em saber o conteúdo, e sim olham somente os números. Isso é fato.

    Considero meu blog de porte médio se assim posso classificá-lo e a minha taxa de rejeição é menos de 40%. Mas isso não interessa para as empresas. Conheço blogs maiores que tem taxa de rejeição mais de 70% e toda hora estão indo pra lá e pra cá,fazendo Publis no insta e recebendo press kits, por conta dos perfis com alto número de seguidores. Não que eles tenham usado dessa arte manha, não é isso que estou dizendo, mas, o que realmente importa para as empresas, são os números, infelizmente.

    E talvez também por isso que existem pessoas oferecendo esses serviços. Porque pense: Se existe esse tipo de serviço é porq

  9. Vanessa • dez 10, 2014 - 16:33

    Continuando: Se existe esse tipo de serviço é porque existe campo pra isso.
    Ufa! Desabafei!! HAHAHAAH

    beijoooos

    • Mandy e Gabi • dez 11, 2014 - 01:52

      Sem dúvida!
      Falta informação nesse departamento!
      Por isso que achei importante escrever… rs
      Beijos,
      Gabi

  10. Giovanna Silva • dez 10, 2014 - 17:39

    Simplesmente perfeito o post! Sou seguidora “das antigas” tanto por aqui quanto no instagram e sempre, sempre adorei esse misto de inteligência, humor e leveza com que vocês tratam, até os temas mais polêmicos por aqui. Não sou muito de comentar em blogs porque são poucas as blogueiras que nos respondem mas hoje tive que abrir uma exceção pelo brilhante texto!
    Parabéns Gabi!

    • Mandy e Gabi • dez 11, 2014 - 01:49

      Poxa! Obrigada pelo prestígio Giovanna! :)
      Fiquei super feliz…
      Beijos,
      Gabi

  11. Mércia Nery • dez 10, 2014 - 22:32

    Sempre soube que uma blogueira que tem canal de maquiagem no youtube e mora no exterior comprava! acho que foi a primeira brasileira a chegar no 1m, e olha que só a kim kardashian tinha essa quantidade ehehehe
    Agora falando pelo que vejo por aqui pela minha cidade, os lojistas são muito inocentes! Acreditam tanto na quantidade de seguidores quanto na quantidade de curtidas :( depois n têm retorno e saem generalizando e falando mal de todas as blogueiras
    Agora mudando de assunto, estive no Rio esse fds e eu tava doida pra dar de cara com vcs em alguma loja, sei lá, sempre tem evento mas nada :( #fail adoro vcs, na próxima vez que eu for, pergunto antes né?!
    bjs meninas!

    • Mandy e Gabi • dez 11, 2014 - 01:48

      Hahahahaha… Tem que avisar sim! :)
      Quanto à denuncia, espero que não… rs
      Gosto muito dela!
      Beijos,
      Gabi

  12. Fernanda Salvi • dez 10, 2014 - 22:33

    Concordo plenamente! Cada seguidor que tenho, principalmente no Face, onde minha página tem 797 mil e a mídia que mais uso, foi pq as pessoas quiseram curtir e gostam do assunto. Na parte do engajamento, disse tudo, gosto do FB por ver isso em compartilhamentos. Estou usando bastante o Pinterest também! Excelente! Bjs!

    • Mandy e Gabi • dez 11, 2014 - 01:47

      Nossa que legal!
      Qual é sua página?
      Beijos,
      Gabi

  13. Gih • dez 11, 2014 - 14:35

    No comecinho tinha umas 4 blogueiras me seguindo que eu achava o blog bacaninha e segui de volta.. nada super bombado, com os mesmos “números” que o meu e do dia pra noite tu entra e tá sei lá quantos milhares de seguidores no perfil da pessoa. Tu fica desconfiada né! Tinha 4 mil e acordou com 70k. Fui ver as fotos pra ver se acordaram igual a Gisele (vai que né! é possível!) mas não.. tudo comprado!
    Logo no inicio tu percebe a cara de pau porque as curtidas no face são quase zero, comentários quase nulos. Mas depois de meses vi que uma galera foi curtindo o restantes das redes sociais, o que me leva a crer que elas ganharam seguidores que só seguiram porque “é famosa”.
    Tem gente que tem titica na cabeça! Não segue porque curte, segue porque é famoso.
    Então se você para pra pensar, acaba que a pessoa até consegue seguidores reais depois (claro que tem gente que faz um trabalho bacana né!) mas tem um número tão absurdo de seguidores que nem a Thassia com toda aquela produção consegue.
    Eu diria que algumas pessoas talentosas usaram desse truque para conseguir a fama que tem hoje. Você vê que tem coisa legal mas talvez sem isso ela não teria chego lá.
    Não gosto, não compro e não acho certo.
    Mas cada um leva o fardo que sua conscienciosa aceita né.
    Enfim..

    • Mandy e Gabi • dez 14, 2014 - 03:30

      Pois é! Levaram o “quero ter um milhão de amigos” ao pé da letra! rs
      Eu também não consiguiria dormir à noite se fizesse isso!
      Estou com você!
      Beijos,
      Gabi

  14. Andara • dez 15, 2014 - 12:25

    Post incrível !! Muitas dessas informações/ prints, vc pode ter achado até no perfil de alguma amiguinha do f-hits! Tem 2 X pessoas, do sul e outra do nordeste, que são novas na rede, entraram com vcs, e eu percebi que elas haviam comprado seguidores, é muita cara de pau, pq é só vc entrar no perfil e dá uma vasta vasculhada, vejo gente com mais de 100k em que as fotos pelejam para chegar no 1000 likes, e meninas com perfis com os mesmo 1000k que chegam aos 15mil likes ! Sem falar também dos comentários que são bem escassos, Acontece que hj quanto mais seguidor vc ganhar melhor! Alias eu acho um pouco tarde de mais!!! sabe aqueles sorteiros de iphone? Eu denunciei pra caramba no Conar, e não deu em nada, hj vejo pessoas que fizeram isso, e estão aí ganhando dinheiro, e com seus inuemros 100k de seguidores!! Fato que as marcas deveriam analisar melhor, pois acaba que um perfil real como o seu no instagram, ficaria esquecido, não seria contemplado com oportunidades, para manter o blog, por simplesmente não ter seguidores, sorte que vcs são f-hits e a oportunidades vem até vcs querendo ou não!!

  15. Betina • dez 15, 2014 - 15:24

    Em que mundo eu vivo que nao sabia dessas coisas?? Hahahahhaha To me achando um E.T. ingenuo!!!
    Nao acredito que tem gente que se da o trabalho de comprar isso…
    Tambem adorooo o instagram mas odeio esses sdv e afins. o coisa chata, ne?? as vezes deixo de fazer um comentario em foto de tanto sdv que tem!

    • Mandy e Gabi • dez 16, 2014 - 22:34

      Simmm!!! Super chato! :P
      Estraga tudo.
      Beijos,
      Gabi

  16. Mandy e Gabi • dez 16, 2014 - 22:40

    Obrigada Andara!
    Esses prints eu busquei em perfis desconhecidos.
    Não posso responder por nenhuma das minhas amigas, até porque não as fiscalizo, rs.
    Mas posso te garantir que o F*Hits não tem participação nisso.
    Já o sorteio de iPhone não me aborrece tanto… Me incomoda muito mais ver celebridades notórias endossando lojinhas de instagram que depois acumulam denuncias de golpe. Não sei se você viu esses casos. Esses me deixam mesmo perplexa!
    Beijos,
    Gabi

  17. Andara • dez 17, 2014 - 10:54

    Gabi/ Mandy sobre essas indicações de lojas é de fica perplexa! Acontece que a grande maioria desses sorteios, são falsos sabe? não existe um mecanismo capaz de contar os participantes que chegam a passar dos 15 mil.. e olha não se engana não, que muita gente fez isso sim, inclusive da rede eu vi seguidores como esse no perfil das dita cuja, sabe?? então esse post só foi uma afirmação…

    • Mandy e Gabi • dez 18, 2014 - 02:11

      Imagino que fique difícil de contabilizar mesmo! Mas realmente não conheço o mecanismo desses sorteios, rs.
      Nunca participei, nem ganhei… snif! :.(
      Hahahaha…
      Quanto ao perfil das demais blogueiras, não tenho muito o que fazer a respeito.
      Mas acho que cabe ao leitor parar de acompanhar e denunciar se for pertinente!
      Beijos,
      Gabi

  18. Flavia Sant Anna • fev 03, 2015 - 14:50

    Esse post maravilhoso é um tapa na cara de muita gente Gabi. Já recebi muitos emails dessas empresas e é realmente muito fácil comprar milhares de curtidas para qualquer rede social. Nunca me interessei, mesmo porque é aquilo que você mencionou: é enganar acima de tudo a vc mesma. Fiquei com meu blog dois meses fora do ar, por causa de problemas pessoais e as visitas e comentários caíram muito, nem assim me rendi a esse mundo fake. E, sinceramente, não acho que isso um dia pare, porque o errado virou certo e vice versa, cabe a dor na consciência de cada um e um filtro melhor das empresas anunciantes.
    Bjos!

    • Mandy e Gabi • fev 09, 2015 - 18:46

      Obrigada Flavia!!
      Tenho certeza de que você vai recuperar os acessos já já! :)
      Beijos,
      Gabi

  19. Sonia (Coisa) • out 14, 2015 - 23:05

    Triste ver que isso acontece cada vez mais… e o pior, alguns ainda são recompensados por isso :( #SalvemOInstagram

  20. Shanoa • jan 24, 2017 - 19:26

    A minha música de trabalho está há 3 anos no youtube e tem uns 50 mil acessos. Aí vem um fulano e lança um video qualquer e amanhece com um milhão de visualizações..rsrsr fala sério!
    Eu sei que tem conteúdos que realmente bombam.Mas tem uma coisas nada a ver.

  21. Alice • nov 21, 2018 - 18:45

    Gostei muito do texto. Tu sabe se tem como provar q foi usado algum aplicativo do tipo em alguma postagem?

Voltar para o topo!