jul 28, 2020 | Por Mandy em #CarnaStarving, Beauté, DIY, Make, Tutoriais

#CarnaStarving Junino em casa!

Você piscou e do carnaval já chegamos na festa junina – socorro! rs… Bom, mas pensando nessa nossa nem tão nova realidade, resolvi não deixar o mês de junho passar sem uma festa junina em casa. Pra mim, depois do carnaval, é a segunda melhor época do ano. Adoro as festividades, tradições, culinária, músicas,…

Desde o carnaval que eu e o Math estávamos trocando ideias e pensando em fazer algo juntos para festa junina. Mas aí veio o coronga e a nossa vontade de se juntar fisicamente para montar esse conteúdo a quatro mãos ficou inviável. :/ Mas, conseguimos nos adaptar e resolvemos lançar um #challange de cada um montar uma espécie de picnic junino na própria casa. Fizemos reunião, trocamos algumas referências e, com alguns pontos em comum, cada um criou sua versão, com a sua cara.

Depois de alguns dias de produção, montei o meu picnic junino num canto do chão da sala. Peguei algumas coisas que já tinha, junto com objetos que eram da minha avó e que ajudaram a trazer essa ambientação de aconchego que eu queria. Algo que me lembrasse um pouco a serra e a casa dos meus avós, em Teresópolis.

Já tinha algumas referências e ideias que eu queria colocar em prática em DIYs e, no final das contas, acho que tudo combinou, rs…

Peguei um lençol antigo e fiz almofadas em tie-tye com tinta para tecido diluída em água. O restante do tecido que sobrou acabou manchando com as tintas mas, no final das contas, achei que ficou a coisa mais linda e resolvi fazer uma terceira almofada com essa sobra e ainda usei uns retalhos para fazer essa guirlanda em tons pastel.

A ideia do potinho de papel machê feito com papelão veio das caixas de papelão que eu acumulei em casa com as últimas compras em tempos de quarentena, rs… Queria muito dar uma outra finalidade a elas e pensei na ideia do papel machê. Foi divertido de fazer, só demora um bocado para secar – cerca de 2 dias. Até tentei fazer uma versão no forno, mas deu ruim, kkk #fail Então, não recomendo! Mas fica aí uma boa ideia para fazer potinhos descartáveis, sustentáveis & lindinhos para o próximo evento ou festinha. Depois da gravação estou usando o potinho para guardar pulseiras, anéis e afins. ;)

Bom, para finalizar o post sobre “ambientação”, vamos ao look. Já tinha visto essa referência de vestido no Instagram há uns meses e na hora eu pensei: “preciso fazer para festa junina”. Foi bem na época em que comprei a máquina e costura e achei que conseguiria dar conta e reproduzir sozinha. Comprei um kit com 20 bananas no MercadoLivre e assim que chegou eu já comecei a costurar, rs… Foi até fácil de fazer, só a parte das mangas que é um pouco mais complexa. Fiquei tão feliz quando experimentei e vi que tinha servido perfeitamente.

A make também foi uma inspiração. Tinha visto esta referência no Pinterest e na hora pensei em trazer para o conteúdo de festa junina – além de também trazer um pouco de luz para dentro de casa, né? :)

Os tutoriais e alguns processos estão neste IGTV:

 

View this post on Instagram

 

A post shared by ⭐️ s t a r v i n g ⭐️ (@blogstarving) on

Para as receitas, fiz 3 no total: o milho mexicano (alô, café habana!), a cocada rosa de coração e o chocolate quente cremoso com rum. Todas fáceis de fazer e deliciosas!

Também rolou vídeo no das receitas no IGTV:

 

View this post on Instagram

 

A post shared by ⭐️ s t a r v i n g ⭐️ (@blogstarving) on

Ah, e para quem ainda não conferiu, também tem playlist delicinha no Spotify para já entrar no clima:

Espero que tenham gostado desse clima de aconchego junino. :)

Beijos,
Mandy

Você também pode gostar
jun 02, 2020 | Por Mandy em DIY, Tutoriais

Aniversários em tempo de pandemia: montando uma festinha em casa

ilustra | nadia_bormotova

Novos tempos esse de pandemia onde a gente está adaptando quase tudo da nossa rotina e hábitos. Depois de quase 3 meses de isolamento, muitas pessoas já tiveram que passar seus aniversários em casa, longe dos amigos e, muitas vezes, da família.

Quem me acompanha há um tempo sabe que eu AMO comemorar meus aniversários e, desde 2015, compartilho minhas comemorações e DIYs da décor, detalhes e tudo mais.

[ para conferir os posts dos aniversários de anos anteriores: #mandy29, #mandy30, #mandy31, #mandy32 e #mandy33]

Tinha altos planos para o #Mandy34 e, obviamente, terei que adaptar tudo para a nossa nova realidade, dentro de casa. Já comecei a pensar em como vou comemorar esta data e achei que seria legal um post com algumas ideias do que fazer para celebrar a data em tempos de pandemia.

Selecionei algumas ideias legais que vi por aí e montei montei uma pasta no Pinterest com várias inspirações – de décor a receitas e drinks!

ALGUMAS IDEIAS

• Video-chamada com os amigos, como fazer? A video-chamada já virou o nosso “novo normal” e não tem como fugir delas na hora de comemorar os aniversários. Dá para fazer de várias formas: você pode dividir por grupos de amigos e reservar uma hora para cada um deles ou até marcar um parabéns com todos, incluindo família e amigos, e depois abrir um link para festa online com quem quiser entrar. Faça uma playlist antes e, se tiver uma iluminação bacana, ainda ajuda a galera a entrar no clima. ;)

Para saber tudo sobre festinhas virtuais e como criar a sua, tem esse guia super legal da @FestivaAfetiva com todo o passo-a-passo técnico.

• Download de templates para usar de fundo em lives

Fiz esses fundos que vocês podem fazer o download e usar nas suas lives. Para saber como aplicar no zoom, clique aqui. Também dá para usar no Google Meet. Mande para seus amigos usarem também ;)

>> download templates de lives <<

• Carro de som é tão anos 90, né?! hahahaha Tem quem ache cafona, mas fato é que ele voltou a ser requisitado nessa quarentena.

• Jogos online. Marcar uma jogatina com os amigos pode ser divertido também. Tem Stop, Imagem&Ação, Uno!,…

• Kits para amigos e família. Tem vários fornecedores de bolos, doces e salgados que estão fazendo kits e entregando para os seus convidados, cada um na sua casa. É mais uma forma de se sentir próximo de quem a gente gostaria de estar perto no dia do aniversário. Tem alguns fornecedores nesse ebook que eu montei – falo mais dele no fim do post.

• Vídeos surpresa. Vários amigos e familiares se juntam para gravar uma mensagem surpresa e só mandam para a pessoa no dia do aniversário. Você pode fazer para algum amigo ou  familiar e pedir para enviarem o vídeo pelo Whatsapp (cuidado para cada vídeo não passar muito de 1min, senão o arquivo ficará muito grande e o WPP acaba cortando). Você pode juntar todos os vídeos em apps de edição como o InShot. Ah! Peça para todo mundo gravar na mesma direção: ou todos na vertical ou todos na horizontal ;)

• Faça um convite no Canva e mande para seus amigos pelo Whatsapp e crie um evento no Facebook para lembrá-los da sua festa online (para saber como criar esses convites, clique aqui).

• Faça um spa day para você mesma ou até convide suas amigas para um momento #selfcare com vinho e bate-papo online <3

Mais ideias: Meu amigo Math produziu esse vídeo lindo com algumas ideias bem fofas para a gente montar uma festinha linda em casa. Vale a pena olhar o blog e os canais dele porque o que não falta é inspiração para festinhas! <3

Para mais inspirações, pedi permissão para as meninas do grupo #CarnaStarving no Whatsapp para compartilhar algumas festinhas de quem já comemorou aniversário no meio da quarentena. Só deslizar pro lado na galeria.

Aproveitei e montei um ebook com vários fornecedores que me indicaram na enquete lá do Instagram. Tem do Rio, São Paulo, Recife, BH, Brasília, Manaus e Porto Alegre. <3 Só clicar aqui para acessar.

A ideia é que seja atualizando constantemente, então se você curtiu ou tem algum serviço destinado à festas, é só me mandar por aqui, por email (starving@starving.com.br) ou por DM lá no Instagram indicando. ;)

Para terminar, alguns acessórios e coisas legais que você pode comprar e usar em casa pra sua festa virtual ficar ainda mais animada:

a

Ufa, acabou! rs… Deu trabalho colocar este post no ar, mas espero que ajude vocês a montar uma festinha legal em casa. Mesmo dentro desse cenário esquisito de pandemia, onde nem todos os dias são leves e bons, podemos nos permitir comemorar nosso dia e trazer um pouco de leveza e comemorar, mesmo que à distância, com quem está longe. <3

Beijos,
Mandy

Você também pode gostar
maio 20, 2020 | Por Mandy em DIY, Tutoriais

Se permita: atividades manuais como respiro em meio à pandemia

Sempre me entendi como uma pessoa que gostava de trabalhos manuais. Desde criança curtia fazer argila, ponto cruz, as roupas das minhas bonecas, colar de miçanga,… tenho memórias de sempre ter sido estimulada a trabalhar esse lado e, não por acaso, acabei fazendo faculdade de Design (gráfico e de produto).

Trabalhar com a criatividade sempre foi algo que eu busquei – e que sinto falta quando não faço. Me encanto e me empolgo quando vejo o resultado de algo que eu mesma fiz. A satisfação do “eu que fiz” do “faça você mesmo” é muito especial.

Quem me acompanha há um tempo já está acostumado com meus DIYs de carnaval, de acessórios, de décor,… Mas vai além disso – principalmente neste momento que estamos vivendo.

Não estou querendo romantizar a pandemia, veja bem. Até porque não existe lado bom disso tudo. Mas acredito que, mais do que nunca, vamos sentir a necessidade de passar nosso tempo produzindo algo para nós mesmos. Seja uma receita, um macramê para decorar a sala, uma unha colorida para alegrar a semana,… as opções são múltiplas e me vi, dentro desse novo cenário, com uma vontade de começar algo novo.

Foi aí que me inscrevi em um curso de bordado de miçangas e paetês da plataforma Domestika. O curso apareceu para mim como patrocinado no Instagram – e deu certo, porque comprei, rs…

Em uma tarde de domingo assisti todas as aulas e terminei com uma vontade enorme de sair bordando. Improvisei com o que tinha em casa: cortei uma ecobag e usei o tecido para servir de base, peguei umas miçangas e paetês que estavam guardadas junto com o único bastidor de plástico que eu tinha e já comecei bordando uma estrela.

Demorou cerca de umas 8 horas até que terminasse todo o bordado – e pareceu que foi até menos porque o tempo voou! A satisfação quando terminei foi tão grande que comecei logo a pensar em que poderia transformar aquele bordado: “Será que emolduro? Faço de broche? De brinco?”.


Cartão bordado que fiz para minha mãe de Dia das Mães – postei o IGTV do processo

Depois desse bordado emendei em outro, depois em outro,… e aí percebi que esses momentos bordando eram um verdadeiro R E S P I R O em meio a todo esse caos e que me ajudavam a controlar a ansiedade. Nem que por algumas horas, eu esquecia de toda loucura e tristeza que estava lá fora.

Precisamos ter esses momentos às vezes – e mais do que nunca. Percebi, pelas postagens que fiz sobre os bordados lá no Instagram, que algumas pessoas também estavam se dedicando à essas atividades manuais e usando esse tempo como uma válvula de escape.


Bordado que virou brinco <3

Minha sugestão: tente aprender algo novo. Tente descobrir uma atividade manual que você goste. Vejo que muitas pessoas têm essa vontade, mas não se abrem para essas atividades por acharem que não têm “talento”, que não vão conseguir. E eu sempre digo: todo mundo consegue. É normal errar, é normal não ficar bom de início, na primeira, na segunda, na terceira tentativa – e não tem problema nenhum nisso. Errou? Não ficou bom? Desmancha e começa de novo.

Precisamos parar de romantizar talento e criatividade, como se fossem características que já nascem (ou não) com a pessoa e que não podem ser criadas ou aprimoradas.

Talento é experimentação. É se permitir tentar, fazer, descobrir e aprimorar nossos próprios métodos, processos, técnicas, gostos e identidade.

Criatividade é repertório. É estar sempre ligado no que acontece ao nosso redor e criar uma percepção maior sobre as coisas. TUDO pode servir de inspiração. Brinco que a criatividade é como uma biblioteca de referências que a gente vai coletando no nosso imaginário ao longo dos anos. De filmes, livros, conversas, buscas na internet, do nosso passado, das lembranças e nostalgias, das emoções,… Os “insights” de criatividade, como chamam, são as junções dessas referências. É daí que vêm as boas ideias.

As crenças limitadoras de que criatividade e talento são “dons” fazem com que, muitas vezes, a gente não se permita tentar algo novo – acho que estamos perdendo muito com isso.

Tente fazer algo para você nesses próximos dias e se permita esse respiro. Depois me conta como foi o processo. :)

Beijos,
Mandy

Você também pode gostar
abr 23, 2020 | Por Mandy em #CarnaStarving

Venda Solidária Pôsteres #CarnaStarving

Este ano rolou a segunda edição do pré-carnaval do #CarnaStarving, que foi ainda mais especial por conta da campanha em forma de pôsteres ilustrada pela querida Paula Hemm, vulgo @tangerine.illustration. Foram 5 pôsteres impressos com a técnica de risografia: autoestima, liberdade, celebração, resistência e encontro.

As “respostas” foram tiradas de uma enquete que fiz lá no Instagram no final do ano passado perguntando “O que é carnaval para você?”.

Os pôsteres fizeram parte de um backdrop lindíssimo no evento e xs convidadxs também poderiam levar os pôsteres para casa. Foram impressos 100 de cada, totalizando 500 pôsteres! <3

Desde o evento que recebo várias mensagens por DM de gente querendo uma nova leva de impressão para poder comprar os pôsteres. Foi aí que tive uma ideia, junto com a Paula, de fazermos uma venda solidária.

Metade do lucro será destinado para a ONG Mulheres da Luz, projeto que ajuda mulheres em situação de prostituição no centro de SP e a outra metade será doada ao meu projeto ‘Unidos Pelos Ambulantes’, que criei junto com a Isa, minha amiga de longa data e também amante do carnaval. <3

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Unidos Pelos Ambulantes (@unidospelosambulantes) on

O ‘Unidos Pelos Ambulantes’ é uma vakinha para arrecadar cestas básicas para ambulantes que trabalham no carnaval e eventos de rua do Rio. Com a pandemia, eles estão impossibilitados de trabalhar. Como não sabemos quanto tempo isso vai durar, precisamos garantir que, pelo menos, eles tenham as cestas básicas todos os meses.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Unidos Pelos Ambulantes (@unidospelosambulantes) on

Na primeira vakinha arrecadamos mais de R$10.000 e montamos 70 cestas básicas grandes que irão ajudar várias famílias! Compramos e montamos as cestas para tentar atender às necessidades deles da melhor forma.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Unidos Pelos Ambulantes (@unidospelosambulantes) on

A segunda Vakinha está bem mais lenta que a primeira. Temos poucos dias para chegar a nossa meta e, por isso, estamos com iniciativas que ajudem a incentivar as doações.

Então na compra do kit com os 5 pôsteres você estará ajudando muitas pessoas! <3

Vai funcionar assim: o kit com 5 pôsteres custa R$50 (R$10 cada) + o valor do frete. Criei um formulário para que os interessados preencham com nome, email e endereço completo. Vou calcular o frente e passar o link para pagamento via PicPay. Destes R$50, R$17 serão para cobrir os custos da gráfica (eles nos deram um desconto de 3%) e R$33 será revertido para as doações.

Sobre a entrega: A RisoGraph está temporariamente fechada por conta da #Covid19, então os pôsteres só serão impressos quando a gráfica voltar aos trabalhos. Assim que eles imprimirem os pôsteres, entraremos em contato para realizar a entrega.

A

>> PARA COMPRAR O KIT COM 5 POSTERES E CONTRIBUIR
PARA A VAKINHA,
CLIQUE AQUI <<

A

Sobre a risografia:

A Risograph é uma impressora ecologicamente correta, com impacto ambiental mais baixo que outros métodos de impressão. Sua tinta é uma emulsão de ÓLEO DE SOJA e água, é atóxica, não contém solvente e tem baixos níveis de Compostos Orgânicos Voláteis (VOCs, na sigla em inglês), a master é feita de FIBRA VEGETAL e poliéster (tereftalato de polietileno, cânhamo, resina e silicone) e a máquina consome POUCA ENERGIA (cerca de 300w) pois não precisa de calor para fixar a imagem no papel, como as fotocopiadoras. Todos os papéis que usamos possuem certificação FSC®.

Uma das características mais procuradas neste método de impressão é o resultado artesanal que confere ao impresso. Como a riso só imprime uma cor por vez, o registro entre cada camada pode ficar desalinhado. A impressão também pode apresentar pequenas IMPERFEIÇÕES ou inconsistências, especialmente em grandes áreas chapadas, criando texturas inesperadas. Todos esses aspectos que fogem ao nosso controle e podem variar a cada impressão acabam conferindo um caráter único a cada impresso.

CORES ESPECIAIS

A riso é uma duplicadora monocromática, ou seja, imprime uma cor por vez e sua impressão é feita com TINTA PURA, diferentemente das impressoras laser ou jato de tinta que usam processo cmyk. Por conta disso, suas cores são muito mais VIBRANTES, como as cores especiais (spot colors) do offset e serigrafia. A riso possui uma cartela de cores próprias, entre elas tintas fluorescentes e dourado.

Beijos,
Mandy

Você também pode gostar
Voltar para o topo!