maio 17, 2016 | Por Mandy em Beauté, Destaques, Dicas, News

UM NOVO MOTIVO PARA CUIDAR DA SUA PELE

Estive recentemente num jantar da Dior no Rio onde conhecemos o diretor de comunicação científica da marca, Édouard Mauvais-Jarvis. Neste evento, tive uma aula sobre o processo de elaboração de produtos, da pesquisa à execução. Aprendi muito sobre toda a inovação tecnológica por trás dos tratamentos e da nossa pele.
Screen Shot 2016-05-17 at 5.48.51 PM

A Dior oferece uma gama enorme de produtos para tratamentos de várias questões dermatológicas (tem até tecnologia ganhadora de prêmio Nobel). Mas um produto em questão acabou chamando mais a minha atenção nesta apresentação, o Capture Totale Multi-Perfection Creme. Na verdade não é nem o produto em si, mas toda a pesquisa por trás dele. A marca não trabalhou apenas com profissionais de pesquisa de substâncias e elaboração das fórmulas, mas também neurocientistas que vieram desvendar nossas impressões sobre os efeitos do tempo no rosto. Neste caso, mais especificamente, os efeitos da gravidade. É algo realmente impressionante:

Neste vídeo, uma modelo pulou durante horas numa cama elástica, com uma câmera acompanhando seus movimentos (fiquei cansada só de imaginar, rs). Não há nenhum photoshop nessas imagens. Elas são uma representação crua do que a gravidade faz com nosso rosto. Não é chocante? Imaginem que nossa pele está caindo aos poucos enquanto vivemos!

As rugas a flacidez aumentam? Sim. Mas isso faz parte de envelhecer, que é um processo natural. Mas o pior foi o que constataram os neurocientistas: no grupo de pesquisa indicaram que a modelo ganhou em média 5 anos de um momento para o outro (de 40 a 45 anos, aproximadamente), o que não é grave. O problema é que além de envelhecer, as pessoas relataram que a modelo parecia triste, cansada e mal-humorada, entre outras coisas bem negativas… Prejudicando nossa imagem como um todo.

miley

O que o teste simula são os efeitos do tempo associado à gravidade no rosto. Com o passar dos anos, nós perdemos a resistência da pele, o que faz com que ela ceda. A nossa pele tem uma espécie de mola que vai perdendo o seu poder tensor depois de tanto tempo sob a interferência da gravidade. Após 15 anos de pesquisa com células-tronco a Dior conseguiu estimular a produção de SKPs (as células precursoras da pele) que são fundamentais para dar firmeza, através do complexo “Boosted“. Assim a fórmula do Capture Totale Multi-Perfection Creme consegue reparar essas “molas” da nossa pele, aumentando a resistência à gravidade em até 10 vezes. Ufa.

Screen Shot 2016-05-17 at 5.45.40 PM

Saí deste evento jurando que teria mais disciplina com meus produtos anti-idade, rs. Desde então tenho cumprido a promessa… Estou usando o Capture Totale nos pontos mais que eu sei que vão cair no meu rosto (olhando para minha avó e minha mãe, eu já sei!): maxilar, pescoço e abaixo da sobrancelha. Eu sei que seria bom passar no rosto todo, mas eu já uso outros produtos nas demais áreas e tenho medo de misturar. É cedo para dizer, mas acho que vai me ajudar lá na frente…

Quanto à textura em si, existem duas versões, a Universal, mais densa, e a Light, com toque de gel, bem fresquinho. O meu é o Light e acho a fórmula bem agradável, tipo um sorbet. Se me incomodasse eu provavelmente não usaria. Claro que toda essa tecnologia tem um preço, que não é pequeno. Cada pote de 60ml custa R$855,00 reais. Espero que dure uma eternidade… Pelo menos existe a opção de refil! Ainda não sei o preço aqui, mas lá fora é 140,00 obamas.

Mas a lição que a gente tira disso tudo é: cuidemos das nossas peles, compremos bons tênis com ótimos amortecedores e, se possível, durmamos de barriga para cima. Essa gravidade não está de brincadeira!

O que acharam?

Beijos,
Gabi

Você também pode gostar
Comentários
  1. karla • maio 17, 2016 - 21:06

    muito bom parabéns amei a dicas

    • Mandy e Gabi • jun 14, 2016 - 01:11

      Obrigada!
      Beijos,
      Gabi

  2. Florence Wozniak • maio 18, 2016 - 01:08

    Ah, se eles utilizassem todo esse dinheiro para revolucionar o tratamento dermatológico do vitiligo. Mas não, só interessa mesmo o que uma grande parcela da sociedade vai comprar (pois TODOS sofrem com a ação da gravidade). Se bem que tudo bem, prefiro que seja feito (um dia, se Deus quiser) por outra empresa, já que a Dior, só pelo renome que ela tem, faria o preço do tratamento subir ao ponto de não adiantar muito as coisas. Desculpem o desabafo, meninas… É que entrei no grupo de pessoas com Vitiligo no face e fiquei chocada com o tanto de gente e o tanto de tristeza rolando por conta disso. Tenho vitiligo desde criança e não ligo, apesar de buscar tratamento pra evitar que se espalhe (pois quando não temos melanina é muito mais fácil de ser afetada pelo câncer de pele), mas fico muito triste vendo o relato do povo sofrendo preconceito e se sentindo mal ao se olhar no espelho. Passei um tempo sem dar minha olhada básica aqui, mas tou de volta! Ps: Mamãe está bem, mas ainda não enxergando 100%. Amanhã vamos ao oftalmo para ver como está. Bjobjo!!!

    • Mandy e Gabi • jun 14, 2016 - 01:11

      Oi Lindona!
      Que bom que sua mãe está bem!
      Fico feliz!
      Seria ótimo mesmo se conseguissem empregar toda esta tecnologia em outras questões dermatológicas..
      Beijos,
      Gabi

  3. Rafaela • maio 18, 2016 - 08:35

    Qual a idade mínima para poder começar a usar Gabi?

    • Mandy e Gabi • jun 14, 2016 - 01:07

      Eles não estabeleceram, mas acho que dos 25 eem diante, né?
      É quando a coisa começa a desandar, rs.
      Beijos,
      Gabi

  4. Isabella • mar 10, 2017 - 02:32

    Okay I’m coennicvd. Let’s put it to action.

Voltar para o topo!