CUIDADO COM O FEMINISMO

Cuidado com o feminismo. Aliás, cuidado com toda e qualquer forma de conscientização. Não tem volta, sabia? Se você começar a prestar atenção o suficiente…

by 

Cuidado com o feminismo. Aliás, cuidado com toda e qualquer forma de conscientização. Não tem volta, sabia? Se você começar a prestar atenção o suficiente para perceber todas as injustiças do nosso cotidiano, sua vida nunca mais será a mesma. Olha que perigo!

d35631d8aae58b90b3742b345e2a5491

Se você despertar para este universo, não tem mais como passar batido por certas coisas que costumava ver sem maldade e até rir. Piada de loira? Esquece… Nunca mais você vai rir disso. Do momento em que você se der conta do quanto é degradante, nunca mais vai gargalhar. Piada racista? Assim que tiver uma prévia de como é a realidade dos negros, nunca mais vai ver graça, nem no mais inocente trocadilho. Pelo contrário, vai se contorcer quando escutar uma. Vídeos do whatsapp? Só se for de bichos ou bebês. O resto dificilmente vai te provocar uma risadinha sequer.

215e55badd4d749e3da6193a562c2f81

Outro grande risco que você corre: seu primeiro reflexo como pessoa conscientizada vai ser dar um toque nas pessoas à sua volta de que o que elas estão falando não é bacana. Aí você vai se tornar “a chata“. Invariavelmente. Imagina, toda vez que alguém na roda fizer uma piada de mau gosto ou um comentário malicioso, todos vão te olhar já esperando a sua reprovação. E você vai reprovar, mesmo calada… Acredite. Como eu falei, não tem volta, não tem como desligar. Você não vai esquecer o que sabe. E a “errada” vai ser você. Quem aponta essas coisas é inconveniente. Promover a mudança não agrada ninguém… E daí que a gente quer apenas tornar o mundo um pouco melhor, né? Mais vale o meme viral homofóbico, que é muito engraçado (mas não para você).

xrWUSid

Assim que você perceber o quanto o mundo é cruel justamente com os que são alvos de piadas, nunca mais vai rir de nada disso. No minuto em que você se der conta de que a cada 11 minutos uma mulher é estuprada, nunca mais vai tolerar que alguém chame uma mulher de “piranha” na sua frente. É porque você vai entender rapidinho o que liga um fato ao outro. Assédios que você presenciar vão se tornar cápsulas de ira que você vai engolir a seco. Talvez seja melhor nem se envolver com esse tipo de elucidação…

2a81539e99a4a279aad826e5c633f3f3

E fica um alerta: tornar-se consciente a respeito de um movimento é “porta de entrada” para que você enxergue diversas outras formas de preconceito com outros olhos. Se você perceber um, vai acabar se sensibilizando com todos. Imagina sentir tudo isso? Estado de alerta permanente com tanta injustiça rolando solta?  Tudo isso e ainda ser taxado, pejorativamente, de politicamente correto, como se qualquer coisa com o sufixo “correto” fosse ruim. Melhor nem abrir essa caixa de Pandora!

a4758482c6026c37022dda6cc759077c

Fuja enquanto é tempo cara leitora. Esse tipo de conhecimento não vai tornar sua vida mais fácil. Fácil mesmo é ser ignorante. Mas se você me perguntar, a verdade é que eu jamais voltaria atrás. Por nada. É difícil, mas cada pequena vitória faz valer a pena.

944c7337ab43ee59b1a31f15a5bd86d5
Beijos cheios de ironia,
Gabi

14 comentários

  1. Bem, vc me descreveu por completo. É exatamente assim q eu me vejo e como as pessoas me vêem…. mas enfim, é o preço que se paga… não acho engraçado e – juro – não me esforço a dar um sorriso falso nem pro meu chefe… então as pessoas param de falar coisas preconceituosas perto de mim. Simples assim. Eu queria que elas fizessem isso mesmo, mas não só perto de mim, mas sempre, antes de abrir a boca, que pensem, que questionem, que reflitam… é um mundo difícil esse o nosso. Hj com uma filha de 1 ano e 4 meses, fico pensando em como ensiná-la, em como empoderá-la num mundo tão cruel, que simplesmente não se importa com ela. E milhões de pessoas – inclusive nossa família, amigos próximos – não ligam, não vêem importância. Espero que ela cresça chata como eu, e ainda mais questionadora e lute por respeito e igualdade. Que ela seja uma feminista, prefiro que sofra lutando a viver resignada! =)

    Ontem eu vi um episódio de um projeto chamado 302 (está no netflix) onde um fotógrafo tira fotos das mulheres nuas. É muito mais do que isso, mas enfim, assisti de uma chinesa, Lian. Me vi nela tb, pois fala sobre o preconceito que o oriental sofre no Brasil. Mas isso é um outro assunto.

    Continue com essa força, com essa opinião, com a nossa luta. Vc não está sozinha! =) beijos

  2. Você não está sozinha! Eu também sou a chata entre meus amigos e familiares, aquela que reprime a galera e não acha graça em piadas absurdas. Não existe “politicamente correto”, existe apenas o correto! Machistas e preconceituosos não passarão ♥

  3. Também me identifiquei muito! Os grupos de whatsapp são uma tortura, especialmente os de família :(
    Mais uma vez, parabéns pelo texto incrível, Gabi! Os gifs, então, excelentes complementos! haha
    Beijos!

  4. Perfeito!!!! É exatamente assim que eu me sinto, e também é exatamente assim que as pessoas ao meu redor me vêem. Mas quer saber? Me sinto ESPIRITUALMENTE superior.

  5. As vezes eu fico chata mesmo, mas as vezes é bom deixar passar se não eu enlouqueço, não gosto do mundo em que vivo onde as pessoas são monstruosas, vejo coisas que que não posso fazer nada mas quando eu posso eu mando ver ;-)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.