A PODEROSA GOJI BERRY

Me lembro da primeira vez que me deparei com o conceito de “superalimentos“. Estava num Whole Foods em Londres e eles tinham uma tabela com…

by 

Me lembro da primeira vez que me deparei com o conceito de “superalimentos“. Estava num Whole Foods em Londres e eles tinham uma tabela com uma série de comidas que vão além da mera refeição e são grandes aliados da nutrição e da saúde. São itens como o açaí, o cacau e o óleo de coco, que são verdadeiras bombas de benefícios. O bom é que temos muitas delas aqui no Brasil… Algumas temos que buscar um pouco mais longe: é o caso da Goji Berry, uma frutinha vermelha cultivada na Ásia e que ganhou notoriedade por aqui não tem muito tempo.

Não parece um tomatinho?

A Goji (que alguns lá fora também chamam de wolfberries) entrou na categoria de superalimentos porque ela traz um arco-íris de propriedades benéficas. Eu não sabia, mas ela possui mais vitamina C do que qualquer outro alimento do planeta. Também tem doses enormes de betacaroteno, bem maiores do que a da cenoura,  e contém mais ferro do que espinafre. Como eu não como carne vermelha, achei esta parte em particular um espetáculo. E não é só isso: Goji Berry tem toda uma variedade de aminoácidos, outras vitaminas e minerais. Não entendo muito desta parte, mas não é à toa que a frutinha vermelha é tão poderosa.

Versão desidratada

Alguns dos benefícios associados a ela são um boost no sistema imunológico, melhorar a visão e a saúde intestinal. Isso sem contar que tem uma enorme propriedade antioxidante –  e esta informação muito me interessa, porque eu quero envelhecer como a Cate Blanchett ou a Helen Mirren, rs. Por conta deste efeito antioxidante, a Goji também é considerada uma ótima ferramenta de prevenção ao câncer. No entanto, aqui no Brasil a fruta ganhou popularidade porque seria um forte aliado no emagrecimento, por conta desta sua concentração fortíssima de Vitamina C, pelo seu baixo índice glicêmico e por inibir a absorção de açúcar. Por isso todo mundo ficou eriçado!

De um jeito ou de outro, acho que pode valer à pena consultar seu médico ou nutricionista para incluir uma pitada de goji na rotina diária. Celebs como Madonna, Britney Spears e Mick Jagger já se tornaram adeptos, para aumentar a energia no dia-a-dia. Nunca vi a versão fresca da fruta, mas já comprei muito a desidratada para colocar no iogurte grego de manhã. Mas existem diversas sugestões de consumo interessantes para quem não toma iogurte:

Goji-berry-cha

Algo para beliscar no chá! Adoro chá com brinde, rs 

goji chocolate

Chocolate caseiro

smoothie-goji-berry

No smoothie (ou até no açaí, por que não?)

goji-picole-caseiro

Amei essa idéia de picolé caseiro com pistache e goji

São muitas alternativas apetitosas! Pela internet dá para encontrar umas receitinhas também, para quem se aventura nesse departamento (eu não, rs). Há ainda a opção em cápsulas para quem não gostar do sabor azedo da Goji, de frutas secas ou ainda para quem vive na correria e prefere uma opção mais prática:

goji-slim

Quem se interessar por esta versão pode conseguir mais informações no site da Goji Slim. Lá eles selecionaram um trecho do Globo Repórter que fala dos benefícios da frutinha para quem ficou curioso…

Já provaram Goji? O que acham?

Beijos,
Gabi

publi

2 comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.